Ambientes “pesados” Nilton Moreira- Crônica

0
307

No livro Minutos de Sabedoria do irmão Pastorino, encontramos diversas mensagens motivadoras. Uma delas diz: “Afaste-se dos ambientes malsãos. Evite as pessoas mal intencionadas.

No entanto, se sua presença puder melhorar, sem que com isso sofra sua alma, leve sua virtude mesmo ao antro do vício. Mas faça como o sol, que ilumina e saneia o pântano, sem que seu raio de luz e calor dali se afaste enlameado e fétido. Seja você o espelho vivo de sua Fé”.

Em outro livro, agora de Chico Xavier, obtemos orientações de que devemos sempre levar o reconforto as pessoas que necessitam, mas alerta para que se adentrarmos em algum ambiente “pesado” cuidemos para não sermos envolvidos pelas emanações do local.

Analisando o contido em ambas leituras concluímos que é muito delicada a tarefa de fazer a caridade espiritual em certos locais! Devemos estar conscientes do que vamos enfrentar e principalmente ter a capacidade de desligar nossa mente do ambiente quando saímos, pois muitas vezes nossa mente fica imantada na experiência vivenciada e somos envolvidos pelos miasmas, que causarão dores de cabeça, enjoos, sonolência, irritação e até desvios de conduta por maus pensamentos atrelados ao vivenciado.

Existem pessoas que não sofrem influência alguma pois possuem mediunidade rudimentar que não chega a lhes causar qualquer desconforto. Outras são dotadas de mediunidade ostensiva, bastante apurada, mas em razão do estudo da educação mediúnica conseguem realizar tarefas com capacidade de desligar-se de qualquer resíduo fluídico.

O exemplo prático foi Jesus! Ele como Espírito Superior tinha a capacidade de adentrar em qualquer ambiente por mais “pesado” que fosse e conseguia manter um nível perfeito de equilíbrio.

Nada lhe atingia, muito embora também tinha momentos de tristeza ao ver que muitos daqueles que ouviam Sua palavra, caiam em tentação e logo adiante enveredavam pelo mau caminho.

Dependendo da caridade é necessário um preparo mental. Geralmente uma prece é suficiente para conseguirmos forças para realizar o trabalho.

É comum irmos ao um hospital visitar pessoas queridas e saímos com influência de profunda angústia, mais do que normalmente.

Um local também que devemos ter força extra e grande preparação, é no ambiente de prostituição, drogação, carceragem, pois são ambientes onde se aglutinam mentes em sofrimento e desequilíbrio moral.

Avaliemos até onde vai nossa capacidade de suportar intempéries dos mais diversos locais, mas não deixemos de proceder a caridade, pois quando imbuídos da prática do amor, somos sempre amparados pela Espiritualidade Maior, e conosco estão os Mensageiros do bem.