Centro de Saúde Mental de São Sepé ganha nova Sede

0
528

Com mais um grande investimento, a Secretaria da Saúde de São Sepé realizou sua segunda inauguração este ano.

Na manhã de quarta-feira, 05 de abril, o novo espaço do Centro de Saúde Mental de São Sepé foi entregue aos usuários. No novo prédio, localizado na Rua Humaitá 1206 (esquina com a Rua Lauro Bulcão), está locado o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I) – A Outra Casa, que já funcionava com atendimento de pacientes com transtornos mentais graves e persistentes e pessoas com dependências psicoativas; e a equipe do AMENT – Equipe Multppofiffional de Atenção Efpecializada em Saúde Mental – que está em processo de implementação no município.

Com a inauguração, o novo espaço funcionará das 8h às 18h – exceto nas sextas-feiras, que será das 8h às 12h em virtude da reunião de equipe no turno da tarde, com acolhimento, atendimento individual, escuta terapêutica qualificada, atendimento em grupo de usuários e familiares, oficinas terapêuticas; atividades de orientação e inserção social; ações conjuntas com outros setores e matriciamento na atenção básica e especializada.

A inauguração contou com a presença de autoridades municipais, equipe de servidores da Secretaria da Saúde e usuários do serviço. “A equipe da Saúde Mental de São Sepé é robusta e forte. Estamos trabalhando para crescer cada vez mais e os números estão mostrando isso.

Em 2018 foram 6,934 atendimentos; 2019 – 7,105; em 2020 foram 5.758; 2021 chegou em 9,878, e no ano passado, fechamos com 10.747. Que em 2023, 2024 e todos os anos que estão por vir, possamos crescer cada vez mais.

Eu estou feliz, pois estamos construindo e evoluindo com políticas públicas necessárias no atendimento da comunidade”, salientou a Secretária da Saúde Carla Pinto.

No local, os usuários são atendidos de acordo com o Projeto Terapêutico Singular (PTS), que consiste em um tratamento específico para cada indivíduo, elaborado pela equipe. Além das consultas, o Projeto pode ser composto por diversas atividades, como oficinas terapêuticas e culturais, rodas de conversa e orientações individuais ou em grupo.

O novo espaço físico possui cinco salas para atendimento individual/familiar onde atuam os diversos profissionais; tem pátio amplo e arejado, sala de oficinas, sala de convivência, refeitório e sanitários com chuveiro para higiene corporal dos pacientes.

“O que eu sempre digo é que não é porque é público, que tem que ser sucateado. Parabéns por essa e todas as ações, a Secretaria da Saúde tem entregado muito para a comunidade, com espaços pensados em cada detalhe, desde o mais simples até o mais complexo. Iniciamos a administração no meio de uma pandemia, e hoje estamos aqui construindo e transformando”, acrescentou o Vice-Prefeito, Fernando Vasconcellos.

O Centro conta com o trabalho de treze profissionais, entre eles: um médico, enfermeiros, técnicos de enfermagem, monitora de oficina e psicólogos; que atuam nos atendimentos de matriciamento, acolhimento, escuta terapêutica, avaliação médica e psiquiátrica.

“O que muda é que no Centro de Saúde Mental está alocado o CAPS I e a equipe do AMENT, que vem para fortalecer o cuidado especializado multiprofissional na RAPS e, nesta perspectiva, apoiar a APS a ter maior resolutividade para os transtornos mentais mais prevalentes, trabalhando de maneira colaborativa e integrada com as unidades de atendimento.

Do fundo do coração, só tenho a agradecer a minha equipe e aos usuários. Esse espaço é de vocês”, concluiu a enfermeira Polyana Ribeiro, responsável pela Saúde Mental no município.

Informações: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal. Por Camila Fogliarini.