Ciclone no RS: sobe para 13 o número de mortos

0
295

 

Notícia Atualizada 14h.

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul confirmou a morte de 13 pessoas e o desaparecimento de pelo menos  5 por consequência dos temporais causados por um ciclone extratropical que atingem o Rio Grande do Sul desde a madrugada de sexta-feira (16). O balanço foi atualizado na manhã deste domingo (18). No total, há 41 municípios atingidos, com registro de 3.713 pessoas desabrigadas e 697 desalojadas.

De acordo com a Defesa Civil, mortes foram registradas em Maquiné, São Leopoldo, Esteio, Novo Hamburgo, Gravataí, Caraá, Bom Princípio e São Sebastião do Caí. Todos os desaparecidos são de Caraá.

Cerca de 59 mil pontos estão sem energia elétrica na área de concessão da Companhia Estadual de Geração de Energia Elétrica (CEEE), de acordo com atualização divulgada na noite de sábado (17). As regiões mais afetadas são a Metropolitana (com 42 mil clientes sem energia) e Litoral Norte (com 14 mil). Os municípios mais impactados são Porto Alegre, Viamão, Alvorada, Caraá, Santo Antônio da Patrulha, Balneário Pinhal e Tramandaí.

Na área de cobertura da RGE, são 17 mil clientes, também de acordo com atualização de sábado, principalmente nas regiões Metropolitana e Vale do Sinos, em cidades como Gravataí, Esteio e Canoas.

Imagem aérea de Montenegro, no RS, após ser atingida por ciclone extratropical — Foto: Filipe Serena/Divulgação.

FONTE: G1/RS