Desmatamos- Nilton Moreira- Crônica

0
392

A conscientização é difícil! Se faz necessário que a natureza, fonte viva se revolte! No passado não muito longínquo desmatamos. Veio o aquecimento global e a mudança climática. Hoje com Leis mais rígidas, após plantarmos uma árvore não somos mais o dono dela, o que consiste um avanço, mas os alagamentos que causam verdadeiros transtornos invadindo prédios a cada chuvarada, derrubando pontes e até ceifando vidas é a consequência. Na busca por fontes energéticas constroem-se barragens e estas de uma maneira geral influem na topografia, além do que ainda existirem cidades que não reciclam o lixo, colocando tudo em vala comum.

Asfaltam-se vias urbanas como nunca, e as bocas de lobo e suas galerias são insuficientes para escoamento das águas.

Sabemos que Deus dá o poder àqueles Superiores que tem o livre arbítrio de promover a melhoria do bem comum, cada um no nível que se encontra, e as questões ambientais, por exemplo, é de fundamental importância, pois enseja vida no Planeta, e quando conduzida omissamente gerará para uma próxima existência um resgate que sempre será penoso e difícil para o responsável.

Quantos governantes falham em sua missão! A espiritualidade através de obras psicografadas nos dão conta, por exemplo, de um governante que reencarnou no século passado, pedindo nova oportunidade para cumprir a missão de presidente de determinada nação, e novamente veio a falhar. Outros são afastados de seus cargos providencialmente por agirem desonestamente! É uma responsabilidade impar ser Superior neste Planeta, pois quem está investido dessa tarefa tem grande responsabilidade sobre os ombros, já que comanda não uma pequena empresa, mas lidera fração de um povo. É o mesmo que um pai de família que ao invés de conduzir seus filhos para o bem os desvirtua em razão de sua negligência ou omissão!

Somos considerados irmãos em Deus, também somos responsáveis pela nossa casa que é o Planeta Terra, e certamente daqui há algumas centenas de anos teremos um Planeta mais evoluído moral e fisicamente habitado por Espíritos mais elevados, mas infelizmente o lixo que jogamos aí pelas encostas ou enterramos e que se conserva por muitíssimos anos, se fará presente ainda em decomposição, e fatalmente será um entrave para nós, caso venhamos a reencarnar aqui