Ernani Polo toma posse como novo Secretário de Desenvolvimento Econômico do RS 

0
94

Com mais de 20 anos de trajetória política, Ernani Polo toma posse como novo Secretário de Desenvolvimento Econômico do RS

Cerca de 300 pessoas lotaram o auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) para a solenidade de transmissão de cargo de secretário do Desenvolvimento Econômico do RS. O ex-secretário, o empreendedor Joel Mascharin, passou o comando da pasta para o deputado estadual Ernani Polo. O governador Eduardo Leite oficializou o ato em durante cerimônia que ocorreu nesta segunda-feira (06), a partir das 18h30min. Antes do início, os convidados, lideranças políticas, dirigentes de entidades e empresários foram recebidos com um coquetel.

Em sua primeira fala como secretário, Polo destacou a importância de continuar trabalhando pelo desenvolvimento do Estado, por meio de ampliação planejada de mercado e ressaltou a importância do diálogo. “Compartilhar conhecimento é essencial para implementar avanços no Estado, melhorar a nossa competitividade, o nosso ambiente de negócios para manter os empresários gaúchos e atrair novos investimentos para potencializar a nossa economia”,disse.

O governador Eduardo Leite afirmou que Polo tem as características adequadas para gerir a pasta devido à sua trajetória política e assinalou que o desenvolvimento econômico não é responsabilidade única do Estado. “Hoje não toma posse apenas o Ernani Polo, mas toda a sociedade”, assinalou.

O vice-governador Gabriel Souza reforçou as palavras do governador sobre a escolha assertiva de Polo à frente da pasta. “Em época de estiagem, o secretário vai ter muito trabalho pela frente,mas sei que tem competência e disposição para isso”, pontuou.

Desde 2000 na política:

A caminhada de Ernani Polo na política começou dentro de casa. Nascido em Ijuí e criado em Santo Augusto, Polo é filho de agricultores engajados na política. O pai foi duas vezes prefeito e a mãe vice-prefeita do município. Ernani Polo é produtor rural e é graduado em Direito. Em 2000, foi eleito vereador de Santo Augusto, onde também presidiu a Câmara de Vereadores Municipal. Em 2002 foi vice-presidente da União dos Vereadores do Rio Grande do Sul (UVERGS).

Alçando voos mais altos, coordenou as campanhas do ex-deputado Jerônimo Goergen, em 2002 e em 2006, função que contribuiu com a paixão pela vida pública. Desde então, foi deputado estadual por três mandatos. Em 2015, foi secretário da Agricultura e em 2020, assumiu como presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.