Extração de água subterrânea por humanos alterou eixo de rotação da Terra

0
814

Um novo estudo mostra que, junto do derretimento do gelo polar e das geleiras, a extração humana de água subterrânea teve um impacto no desvio do polo rotacional da Terra. Somente entre 1993 e 2010, nosso planeta se deslocou em quase 80 centímetros para o leste (64,16 graus).

Conforme concluem os cientistas na pesquisa, publicada no último dia 15 de junho na revista Geophysical Research Letters, o deslocamento da rotação da Terra ocorre principalmente devido ao deslocamento de água. “Nosso estudo mostra que, entre as causas relacionadas ao clima, a redistribuição das águas subterrâneas realmente tem o maior impacto na deriva do polo rotacional”, diz Ki-Weon Seo, geofísico da Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul, que liderou o estudo, em comunicado.
A capacidade da água de alterar a rotação da Terra foi descoberta em 2016 e relatada em artigo científico. Cientistas estimam que os humanos bombearam 2.150 gigatoneladas de água subterrânea, o que equivale a mais de 6 milímetros de aumento do nível do mar, entre 1993 e 2010.

No novo estudo, os pesquisadores consideraram primeiro apenas mantos de gelo e geleiras, e depois adicionaram diferentes cenários de redistribuição das águas subterrâneas. O modelo apenas combinou com a deriva polar observada quando os pesquisadores incluíram as 2.150 gigatoneladas de redistribuição de águas. “Essa é uma boa contribuição e uma documentação importante, com certeza”, disse Surendra Adhikari, pesquisador do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa, que publicou o artigo de 2016.

Fonte- Globo.Com- Por Redação Galileu. Foto- Pixabay