Filhos Sempre- Nilton Moreira

0
436

Filhos sempre são aqueles que chegam ao nosso lar ou são designados para serem orientados por nós no caminho a seguir. Costumeiramente chegam pela união de casal através da gravides, mas também podem vir por adoção Legal de pessoas do mesmo sexo, ou simplesmente aquela tia, avó ou outro parente que fica com a incumbência de criar por questões diversas.

Não se pode dizer que uma mulher que teve uma criança e a abandona após nascimento por desprezo tenha tido na plenitude filho, pois apenas se incumbiu da tarefa de traze-lo ao mundo, mas por outro lado devemos sim considerar e enaltecer uma mulher que nos termos do amor cristão acolhe a mesma criança que fora desprezada.

No nascimento de uma criança está envolvido todo um contexto que muitas pessoas não avaliam por desconhecer. O gerar é planejado antes no Plano Espiritual. Existe o entendimento entre a origem do espermatozoide e o óvulo que haverá a fecundação, seja da maneira que for, pois tudo está dentro de um planejamento que tem relação com vidas anteriores que se faz necessário reencontro, por isso tanta complexidade nos relacionamentos.

Hoje vemos crimes de pais que matam filhos e vice versa. Ora, o que acontecerá em vida futura para estes protagonistas? Fatalmente se reencontrarão para resolverem seus desequilíbrios! Poderão novamente fraquejar? Sim, isso é da natureza de cada índole, por isso as relações com os filhos às vezes são difíceis, pois estamos curando feridas. Mas pode também sermos uma família estruturada e Deus permitir que venha alguém rebelde para que ajudemos a melhorá-lo, sem vínculo algum no passado.

Muitas mulheres são a favor da interrupção da gravides. É uma opinião particular, mas lembremos que o Ser futuro vincula-se ao corpo desde a fecundação, portanto se preservamos os ovos das tartarugas devemos também lembrar do Ser que não pode se defender. Somos do parecer que o aborto só é admissível quando existe risco de vida para a mãe.

Não nos martirizemos e nos culpemos por ter filhos rebeldes, desobedientes, problemáticos. Façamos nossa parte de orientá-los e conduzi-los para o bem, pedindo em nossas orações que o Criador nos possibilite discernimento para sermos cada vez melhores em nossas tarefas de educadores.