“Fim dos tempos” – Nilton Moreira          

0
383

Falam em “fim dos tempos”. Realmente para certas pessoas que habitam este Planeta é o fim dos tempos, pois em uma próxima vida não retornarão para a Terra, e isto não tem nenhum mistério! É bem claro ao interpretarmos o evangelho!

Tem espíritos (todos nós somos espíritos) que estão tendo a última oportunidade de se modificarem e transformarem-se em Seres que perseverem no bem.

Toda a violência que estamos vivenciando, as epidemias proliferando, as guerras se avolumando, a falta de respeito para com o semelhante, a destruição do meio ambiente, crimes hediondos, o câncer atingindo proporções significativas, aparecimento de drogas sintéticas de alta dependência, conceitos inadequados, tudo isso é consequência da nossa má conduta, onde deixamos aflorar ambição.

Essa sacudida que está acontecendo no Planeta é prelúdio de uma nova Terra que está passando da categoria de provas e expiações para regeneração.

É claro que não existe uma demarcação ou data específica para que tal transição aconteça. Ela é gradual e nos que a habitamos nem notamos, pois vivemos em torno de quase 100 anos, e a cada reencarnação nos deparamos com o mesmo evangelho.

É característica de um planeta de provas e expiações a predominância do mal, como acontece atualmente na Terra e em muitos outros similares da categoria, mas um planeta de regeneração é bem diferente, pois já não existe o sofrimento a que aqui enfrentamos. Predomina a harmonia e as doenças não são mais físicas e sim relaciona-se ao moral. O bem predomina sob o mal.

Essa expressão “fim dos tempos” é uma mera maneira de se dizer que um dia esse ciclo de tristezas que vivenciamos vai deixar de existir, o que depende exclusivamente da mudança de comportamento de nós mesmos que aqui habitamos, pois com nossa evolução modificamos nossos pensamentos, e como pensamento é energia, acabamos melhorando a aura da Terra. Temos de nos esforçar e seguir os ensinamentos que o Mestre nos disse, e assim habitaremos um planeta mais evoluído.