Irmãs da Congregação Notre Dame recebem Medalha Sepé Tiaraju

0
297

O plenário da Câmara Municipal recebeu na noite desta terça-feira. 11, as irmãs da Congregação Notre Dame, que são mantenedoras do colégio Madre Júlia e que após 86 anos deixam de trabalhar na escola e se despedem do município.

As duas últimas religiosas que ainda moravam na instituição, irmãs Maria Madalena e Maria Daniela, foram embora na manhã desta quarta-feira, 12, para a cidade de Canoas/RS.

A homenagem, de autoria da mesa diretora, através do presidente da câmara, vereador Matheus Leão, foi entregue para oito religiosas, todas elas moraram e trabalharam em São Sepé ao longo destas quase nove décadas voltadas para a educação de crianças e jovens sepeenses.

As irmãs chegaram aqui em fevereiro de 1937 e desde então trabalharam incansavelmente pela alfabetização de milhares de sepeenses.

A vice-diretora do Maju, Irmã Amélia Guerra, agradeceu o carinho recebido pelo poder legislativo e lembrou-se do esforço feito no ano passado para que o colégio não fechasse as portas, em meio à crise por falta de alunos.

No entanto após muitas campanhas e reuniões, inclusive com a participação da câmara, o Maju se manteve aberto à comunidade. A decisão da saída das irmãs da escola se deu pelo fato da idade avançada e pela falta de novas religiosas com vocações para assumirem a função na congregação.

O presidente da Câmara, que foi aluno do colégio Madre Júlia, destacou a presença forte da congregação no município. “Considero o fim de uma era que marcou gerações, inclusive a minha, e sei da importância social e histórica que o colégio tem para São Sepé.

A relevância das irmãs enquanto gestoras do colégio representam uma história de trabalho voltado para o desenvolvimento da educação sepeense”, afirmou Leão.

A escola segue agora sob o comando da diretora, professora Deborah Brum e da equipe de coordenadores pedagógicos Clides Loreto e Luana Penteado, e Orientadora Educacional Janine Oliveira.

Fonte- Câmara de Vereadores de São Sepé.

Por – Mateus Friedrich Barreto/Jornalista.