Júri condena réu que tentou matar a filha da companheira

0
2649

Acolhendo a tese do Ministério Público, o Tribunal do Júri em São Sepé condenou, nesta segunda-feira, 4 de agosto, a oito anos e dois meses de prisão homem que tentou matar a filha da companheira em junho de 2021 no município de Vila Nova do Sul.

O réu entrou pela porta dos fundos na casa da, na época, ex-companheira dizendo que ia matá-la. Avisada sobre a presença do homem na casa de sua mãe, a vítima, que reside próximo, foi até a casa, entrou e pediu para que o denunciado fosse embora. Nesse momento ele passou a golpear a vítima com uma faca, não conseguindo matá-la porque a vítima, mesmo ferida, conseguiu fugir e porque um homem que chegou ao local para socorrê-la afugentou o réu.

“A vítima quase sacrificou sua vida para proteger a mãe da violência doméstica sofrida pelo companheiro, após receber pedido de socorro do irmão de 8 anos. Ficou com cicatrizes permanentes em seu rosto e braço, mas teve coragem de lutar contra a covardia de quem tentou tirar sua vida e passou todo o julgamento escondendo o rosto”, contou o promotor de Justiça Fernando Mello Müller, que atuou no julgamento.