Lá se vão 15 anos: Sérgio da Silva Almeida.  

0
131

 

 

Parece que foi ontem, mas lá se vão 15 anos. No próximo dia 30 estarei completando aniversário da conquista do recorde brasileiro e mundial do Guinness Brasil de Maior Número de Palestras em 24 horas que pertencia a Diego Berro desde 2006, ano em que ele fez 10 palestras, na cidade de Ponta Grossa, no Paraná. As gerações mais velhas, principalmente as 1.143 pessoas que assistiram às palestras, dificilmente esqueceram aquela quarta-feira ensolarada de 30 de janeiro de 2008, quando ministrei 11 palestras na Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul.

 

A regra era dar 11 palestras de 60 minutos, com 100 pessoas diferentes em cada uma… num só dia. Barbaridade! A primeira começou às 8h com a presença do 3º Batalhão de Engenharia de Combate (3º BE Cmb). Logo em seguida, foi a vez do 13° Grupo de Artilharia de Campanha (13° GAC). Depois Brigada Militar e grupo de escoteiros. E a quarta da manhã com o Grupo Conviver e Oficina da Vida, de Cerro Branco, e Comunidade de Paraíso do Sul.

 

À tarde, mais quatro palestras, com plateias formadas por grupos de terceira idade e funcionários de empresas. E à noite, as três derradeiras com a presença da população e convidados. A recepção aos participantes ficou a cargo de uma empresa de eventos. E eu estive sob os cuidados de massagista, fonoaudióloga, nutricionista e enfermeiros do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB). Um site transmitiu as palestras em tempo real, as rádios da cidade enviavam atualizações aos ouvintes de hora em hora, ao meio-dia fui entrevistado ao vivo pelo Jornal do Almoço da RBS TV, e uma empresa de produção de mídia registrou as palestras, que virou o DVD “A história de um recorde”.

 

Volta e meia, emerge viva na memória minha frase final: “A partir de agora, Sérgio Almeida e Cachoeira do Sul estão no Guinness”. E o som de balões explodindo. Caramba, parece que foi ontem, mas lá se vão 15 anos.