Morre no Rio de Janeiro a atriz Elizangela

0
837

A atriz Elizangela do Amaral Vergueiro, mais conhecida apenas como Elizangela, morreu aos 68 anos nesta sexta-feira (3) em Guapimirim, no estado do Rio, informou a prefeitura local. Ela fez sucesso em produções como as novelas “Força do querer”, “A Dona do Pedaço”, entre muitas outras.

Segundo a Prefeitura Municipal de Guapimirim, a atriz deu entrada no Hospital Municipal José Rabello de Mello com uma PCR (parada cardiorrespiratória), depois de ser pronto atendida pelas equipes do SAMU.

Houve tentativa de reanimação tanto no translado, quanto na unidade, mas sem êxito.

“A Prefeitura Municipal de Guapimirim, lamenta a morte da consagrada atriz. Esta é a segunda vez que o sistema de saúde do município atendeu Elizangela. Na primeira, Elizangela deu entrada na unidade com graves problemas respiratórios, e depois de algumas semanas, teve alta da unidade”, disse a administração municipal.

Em 2022, a atriz foi internada também em Guapimirim em estado grave com sequelas respiratórias da Covid. Segundo a prefeitura, ela chegou passando muito mal ao Hospital Municipal José Rabello de Mello e quase teve que ser intubada.

Segundo a assessoria da prefeitura, Elizangela se mostrou radicalmente contra a vacinação. Ela não tomou nenhuma dose do imunizante.

Nascida em 11 de dezembro de 1954, no Rio de Janeiro, Elizangela do Amaral Vergueiro começou a trabalhar aos sete anos, fazendo comerciais ao vivo na TV Excelsior. Sua desenvoltura diante das câmeras chamou a atenção de diretores, e rapidamente ela foi chamada para apresentar programas como A Outra Face do Artista, Essa Gente Inocente e Capitão Furacão.

Depois, migrou para a atuação e trabalhou em grandes sucessos ao longo de sua carreira, iniciada na década de 1960. Ela esteve em novelas como O Cafona (1972), Pecado Capital (1975), Locomotivas (1977), Paraíso (1982), Roque Santeiro (1985), Pedra sobre Pedra (1992), Por Amor (1997), O Clone (2001), A Favorita (2008), Salve Jorge (2012) e Império (2014).

Em A Força do Querer (2017), sua última novela como integrante do elenco fixo, ela deu vida a Aurora, mãe de Bibi Perigosa (Juliana Paes) que tentava colocar juízo na cabeça da filha e afastá-la de Rubinho (Emilio Dantas).