Noite de homenagens do Legislativo de São Sepé para as mulheres

0
291

Todos os anos a solenidade se repete, mas as histórias não. A cada ano, novas vivências são contadas no plenário da Câmara Legislativa de São Sepé, quando diferentes mulheres recebem o título de Mulher Destaque. São experiências de vida que justificam a homenagem entregue pelos vereadores. É sempre uma noite marcada pela emoção de quem recebe e pelos familiares que acompanham o momento honroso.

Em 2024, seis nomes foram escolhidos seguindo o regimento através das comissões permanentes da Câmara mais a Mesa Diretora. Uma escolha que envolve analisar o currículo de cada homenageada e o trabalho que a mesma desenvolve ou já fez pela comunidade sepeense.

Como é o caso da sepeense Jaqueline Ayres, pastora na Igreja Verdade e Vida, escolhida pela Mesa Diretora, através do presidente da Câmara, Marcelo Neves. Jaqueline realiza há nove anos um trabalho de acolhimento no Bairro Pontes através da pastoral que atua, atendendo jovens e crianças em datas festivas e grupos de apoio e danças ao longo do ano.

“Agradeço primeiro a Deus por este momento e aos vereadores pelo reconhecimento do meu trabalho”, disse à pastora que foi saudada pelas demais.

Depois foi a vez da ex-vereadora Shirley Teixeira ser homenageada pela Comissão de Agricultura e Pecuária.

O título entregue pelo vereador Eto Vargas, destacou os anos que Shirley trabalhou como parlamentar, secretária de Saúde e primeira dama na gestão do marido Volney Teixeira na década de 90 em São Sepé.

“A comunidade é a nossa grande família e eu sempre estarei ajudando a minha cidade”, afirmou Shirley lembrando os anos que dedicou seu tempo ao município através dos trabalhos sociais.

O destaque da mulher na segurança pública foi entregue, pelo vereador Renato Rosso, relator da comissão, para a brigadiana Nadine Sebem, soldada lotada desde 2021 em São Sepé. Vestindo a farda da corporação, Nadine lembrou a necessidade de representar as mulheres na polícia. “É um trabalho agregador e representativo para que todas tenham coragem de ingressar na Brigada Militar”, disse à policial que é natural de Santa Maria.

Pela Comissão de Saúde e Assistência Social, a homenagem ficou destacada pela visão empreendedora de Gislaine Alfama, proprietária da Clínica Médica Vida e Saúde e que há 20 anos trabalha para aprimorar os serviços da empresa voltados para a saúde no município.

O título entregue pelo vereador Tavinho Gazen destacou o trabalho da clínica através do esforço de Gislaine a frente do empreendimento. “Muitos falaram para eu desistir, que seria difícil, mas tive o apoio da minha família e a força de ser mulher para seguir em frente”, disse a empresária na tribuna da Câmara.

A professora aposentada da rede municipal de São Sepé, Seres Machado, foi homenageada pela Comissão de Educação e Cultura, através da vereadora Zilca Camargo. Seres trabalhou por 29 anos em escolas do município. Um reconhecido trabalho educacional e uma intensa atividade social junto a entidades como APASS e Grupo Envelhecer Feliz. “Me sinto feliz recebendo esse título, sempre me dediquei a educação e trabalhei com orgulho”, afirmou a professora.

Para fechar a noite especial na Câmara, a patroa do CTG Ronda Crioula, Maristela dos Santos, foi homenageada pela Comissão de Constituição e Justiça. Tradicionalista e com sua vida voltada as atividades da entidade, Maristela ressaltou as benfeitorias a frente do CTG, mas também as dificuldades enfrentadas que esbarram no preconceito. “É um trabalho árduo, de muita luta, mas que traz o legado deixado pelo meu pai e avô e que hoje repasso aos jovens através do meu filho e neto”, disse emocionada ela que recebeu a homenagem do vereador Rodrigo Ferreira, presidente da comissão.

A sessão foi acompanhada pelo vice-prefeito em exercício Fernando Vasconcelos e a juíza de direito, Lidiane Machado.

Informações: Assessoria de Comunicação da Câmara de Vereadores. Por Mateus Barreto.