O Doutor da Felicidade- Maurício Rosa

0
384

Doutor da Felicidade

(Poderes e benefícios de um sorriso).

Jurema acordava todo dia triste. Sono induzido a remédios e mal-humor. Os cabelos ouricados ela amontoava e prendia de forma embolada. Dentes amarelos, pele do rosto manchada. A cama sempre por fazer. Louças acumuladas e poucas amizades. Desde que seu marido faleceu essa é sua vida. Triste e desmotivada. Sem falar das doses de vodca e dos cigarros ao fim da tarde.

Um dia ela recebeu uma visita. Tal pessoa bateu na porta várias vezes. Ela não suportou a insistência e abriu. O cheiro da casa era intenso. Paredes mofadas, cama por arrumar, chão sujo, esmalte, das unhas das mãos, ressecado e muitas contas atrasadas. A pessoa pediu pra entrar. Ana vestia um abrigo velho, pantufa e meias, um moleton com mangas maiores que os braços, uma calça jeans desbotada e um leve odor corporal.

– Quem é você? Perguntou ela.

– Vim Arrancar um sorriso seu

– Desiste, vai embora.

– Dê-me alguns minutos. Sei que o aconteceu deixou você desmotivada. Mas você não sabe o poder de um sorriso. Ter o sorriso bonito transmite a ideia de saúde, responsabilidade e inteligência. Dentes alinhados e saudáveis podem melhorar a sua autoestima e, consequentemente, aumentar sua autoconfiança. Se você não tem vergonha de sorrir, sua vida fica sem sentido.

– O sorriso ajuda a manter o equilíbrio emocional, nos mantém mais relaxados, aumenta a autoestima e o alto astral. Sorrir rejuvenesce e aumenta a longevidade, pois movimenta a musculatura do rosto, ajudando a manter a elasticidade da pele.

– Posso contar uma piada?

Jurema, um pouco mais motivada, disse sim.

– Por que o padre só ama uma pessoa?

– Não sei.

– Porque ele tem um crush fixo.

Jutema sorriu.

– Viu. É disso que estou falando. Agora preciso ir. Tem mais gente triste por aí. Você não é a única.

Jurema ficou confusa, mas resolveu mudar. Lidar melhor com sua perda e seguir. Foi a um salão de beleza, arrumou os cabelos, pintou as unhas. Comprou cremes para o rosto, mãos e pés. Mantem a cama arrumada, a louça limpa e sempre acende um incenso de lavanda para purificação. Voltou ao trabalho. A viver. A sorrir.

Tem coisas que não podemos controlar e por mais que sejam difíceis é preciso continuar.

Comece por um sorriso. Mesmo forçado, por incrível que pareça, ajuda também.

O Doutor da felicidade nunca mais apareceu, mas salvou uma vida.

Mas quem é esse doutor?

Fica a seu cargo imaginar.

Obrigado pela leitura!