Operação Penalidade Máxima: Jogadores da dupla Grenal são citados

0
313

Os documentos das duas fases da operação Penalidade Máxima, desencadeada pelo Ministério Público de Goiás (MPGO), mostram que 53 jogadores brasileiros estão citados de alguma forma até o momento na investigação que apura manipulação de partidas no futebol.

Dois jogadores da dupla Grenal aparecem nas citações: Nathan do Grêmio e Maurício do Internacional.

Nathan  na época, ele estava no Fluminense e teria acordo para receber R$ 70 mil para forçar cartão contra o Fortaleza, mas não foi escalado por Fernando Diniz, o que revoltou os apostadores.

Nas conversas, há mensagens dos apostadores indignados: “Fernando Diniz meteu um biruta e mudou a escalação no vestiário”, “Mano, o Diniz meteu o louco, mudou o time e sacou o Nathan”.

Em outros prints, os apostadores afirmam que Nathan teria dito a semana inteira que seria titular, e que, se ele não entrar em campo, vai arcar com o prejuízo.

Durante a partida, os apostadores ficam na expectativa. Um dos integrantes envia um print de uma foto de Nathan pronto para entrar no jogo. Porém, Diniz escolhe Martinelli após Cano marcar um gol. Os apostadores se revoltam mais uma vez: “FDP trocou de novo”, “Bem na hora que o Nathan ia entrar sai a p**** do gol”.

Maurício:

O meia Mauricio, do Inter, foi citado por apostadores, é o que mostram prints de conversas interceptadas pela Operação.

Mauricio informou ao clube que realmente foi procurado por aliciadores, mas que na ocasião negou participação no esquema. As provas já estariam com o departamento jurídico do Inter e provariam a inocência do jogador.

Jogador é retirado do jogo de hoje:

Após ter o nome citado em conversas entre apostadores investigados no esquema de manipulação de partidas da operação Penalidade Máxima, do Ministério Público de Goiás (MP-GO), Mauricio, meia do Inter, foi retirado da partida desta noite contra o Athletico, no Beira-Rio, pela quinta rodada do Brasileirão.