Perder Tempo- Nilton Moreira Se

0
349

O básico da vida é nascer, crescer e fazer a passagem de volta ao Plano Espiritual.

No Plano, revemos nossas atitudes e atos praticados durante a estada no corpo material, e imploramos para retornar possibilitando assim que resgatemos o que praticamos de errado e possibilitar que os erros cometidos para conosco sejam também resgatados por outrem.

O interessante é que sabemos que devemos ser corretos durante nossa trajetória na Terra, afinal o Ser mais perfeito que passou por aqui nos traçou as diretrizes, mas somos refratários em cumprir.

Ora, quando vamos fazer um bolo temos a receita, e se não a executamos como deve ser o doce não dará certo e teremos de refazer. Assim é nossa vida. Se não seguimos o Evangelho que é a receita da vida, “da ruim” mesmo!

O ato de perder tempo na Terra nos apegando a coisas materiais que não vamos levar daqui, acumulando somas e bens sob o pretexto de deixar para os filhos, o que é mera desculpa, acaba nos prejudicando, e perdemos oportunidade de evoluir. Quer dizer: vivenciamos uma reencarnação praticamente em branco, pois quando chegarmos de volta ao Plano Espiritual vamos fazer a análise e nossa consciência vai acusar de que pouco nos adiantamos!

Os resgates dos equívocos cometidos, tanto nesta como em outras vidas acontecerá nos seus mínimos detalhes. Nada passará desapercebido pela lei de causa e efeito. Hoje graças a tecnologia temos câmeras de vigilância espalhadas por todos os cantos, além de satélites que nos vigiam a todo momento.

Os celulares indicam onde estivemos e por quanto tempo permanecemos em determinado local. Quer dizer: nada escapa da visão física. Imaginemos então o que a espiritualidade registra em mínimos detalhes, sendo bem maior tecnológica.

Muitos de nós por não interessar saber, ignora a aparelhagem e equipamentos que existe e é utilizada pelo Plano Espiritual, e que alguns desses recursos já utilizamos como cópia rústica aqui, como por exemplo armas que disparam projetis elétricos; barreiras magnéticas; petardos magnéticos; desintegradores elétricos; fogo purificador; pequenos ampliadores de voz; Psicoscópio e tantos outros.

Então seja o que façamos de bem ou de mal durante nossa estada aqui, fica registrada para que no futuro quando houver arrependimento possamos nos entender com aqueles que prejudicamos.

A vida na Terra está cada vez mais exigente de nós no que diz respeito a moral, já que o Planeta precisa evoluir também.

Os refratários, infelizmente vão ter de ir para planetas de menos tecnologia, para que nas dificuldades descubram a necessidade de seguir no caminho do bem. É a Lei!