Polícia Civil prende foragido que atormentou a população da região central

0
456

A Polícia Civil prendeu preventivamente Leandro da Rosa Braz em Tupanciretã, na manhã desta sexta-feira, 12/04. A prisão foi efetuada pelas equipes das DPs de São Pedro do Sul e Tupanciretã, com apoio da Delegacia de Polícia Regional e Draco de Santa Maria e DP de São Sepé.

A prisão ocorreu após longa investigação da Delegacia de Polícia de São Pedro do Sul, com apoio da Delegacia de Polícia de Capturas do DEIC, da Delegacia de Polícia Regional de Santa Maria, da DP de Tupanciretã, da DP de São Sepé e da DRACO de Cruz Alta.

O preso foi localizado na casa de familiares no Bairro Pedreira, em Tupanciretã, após diligências.

Leandro estava foragido desde que não retornou ao sistema prisional após a saída temporária de Natal. Entre o fim de dezembro e 15 de janeiro, Leandro é apontado como autor de um furto de espingarda, furto de telefone celular, furto a residência e incêndio doloso de uma residência, crimes praticados em São Pedro do Sul, Toropi e Quevedos.

Após o incêndio, na manhã de 15 de janeiro, as buscas foram intensificadas na localidade de Cerro Baltazar. Ao ver-se acuado, tentou roubar um veículo armado com um revólver, mas, como o motorista não parou, efetuou um disparo, que acertou a cabeça do motorista. O veículo capotou, sendo o motorista socorrido ao Hospital Universitário de Santa Maria em estado grave. Na semana seguinte, a vítima teve alta, restando, porém, com a perda de audição de uma orelha e a perda de um olho.

Enquanto isso, o cerco a Leandro se estabeleceu durante vários dias por parte da Brigada Militar e da Polícia Civil no interior de São Pedro do Sul e Toropi, mas sem sucesso.

Desde então, a Polícia Civil obteve mandado de prisão preventiva contra Leandro e seguiu realizando diligências para localizá-lo.

Desde janeiro, Leandro passou pelo interior de Toropi, Quevedos e Tupanciretã, além de Cruz Alta. Por fim, no último fim de semana, Leandro voltou a Júlio de Castilhos e Tupanciretã, onde foi preso.

A Delegacia de Polícia de São Pedro do Sul instaurou procedimento para apurar a participação de diversas pessoas no auxílio ao foragido, que serão indiciadas por favorecimento pessoal.

O preso possui antecedentes por tentativa de homicídio qualificado (3x), roubo majorado (6x), furto qualificado, incêndio qualificado, desacato, dano qualificado, posse irregular de arma de fogo, associação criminosa , ameaça e descumprimento de medidas protetivas de urgência.

A investigação foi coordenada pelo Del. Giovanni Lovato, titular da DP de São Pedro do Sul, sendo que a prisão contou com a participação do Del. Sandro Meinerz, Delegado Regional de Santa Maria, e do Del. Anderson Pedro Riedel, da DP de Tupanciretã.