Prefeitura de São Sepé divulga obras contempladas na primeira etapa do POP

0
226

São Sepé vai virar um grande canteiro de obras. Além das atuais 40 obras de infraestrutura urbana já executadas ou em conclusão, o município receberá novos 56 projetos de pavimentação, em todas as regiões da cidade.

O anúncio foi feito pelo prefeito João Luiz Vargas no sábado, 12 de agosto, em reunião com os fiscais das Comissões Comunitárias de Fiscalização das obras do Programa POP Infra (Programa de Obras Populares).

O encontro para apresentar as ruas contempladas na primeira etapa do POP Infra aconteceu no auditório da Fundação Afif.

Foram selecionadas obras em todas as dez regiões que contemplam bairros da periferia da cidade, após um circuito de audiências públicas nas comunidades. Conforme o prefeito está é a primeira etapa do programa, que continuará buscando investimentos nos próximos anos. “Nossa meta era iniciar e concluir, até 2024, cem obras nos bairros. Como já estamos com obras no bairro Hípica, Zenari, Cristo Rei e Tatsch, com estas 56 obras desta fase do POP Infra, cumpriremos o que era planejado com folga. A meta é ousada, mas conseguiremos atingir”, disse.

O coordenador de mobilizações e de planejamento, Marionaldo Ferreira, ficou satisfeito com o processo de escolha das ruas contempladas. “Durante vários dias buscamos ouvir as comunidades, trazendo seus pedidos para o projeto que tende a ser o maior investimento em infraestrutura urbana da história de São Sepé. Cada obra nasceu do pedido da comunidade, não apenas da cabeça dos técnicos. É um processo que escuta a rua, não acontece dentro dos gabinetes”, refletiu Marionaldo. O Gabinete de Assessoramento Superior (GAS) está concluindo os projetos, conforme manifestou a assessora técnica Janine Correa. “Além da triagem das audiências públicas, tem uma avaliação dos engenheiros, para definir quais obras começam primeiro, este trabalho está sendo concluído”, destacou. Juntamente com Janine, a assessora Daiani Martins também coordena os trabalhos do POP Infra.

Estas 56 obras serão licitadas já nas próximas semanas, e a tendência é que as primeiras 10 ordens de início de serviço aconteçam até o final de outubro. “O grupo técnico da Prefeitura, através do Gabinete de Assessoramento Superior (GAS) está montando os projetos, captando recursos, correndo atrás do dinheiro para fazer as obras. Não podemos frustrar a expectativa das comunidades, que permanecerão participando do programa nas Comissões de Fiscalização. A Câmara de Vereadores também está participando das ações, e precisa acompanhar o andamento das obras. É um pacto entre o Poder Público e a sociedade, para não perdermos tempo de resolver os problemas”, disse o prefeito João Luiz.

Os recursos para financiar as obras estão sendo captados em diferentes fontes, desde financiamentos, quanto emendas parlamentares, projetos junto ao Governo do Estado e Governo Federal e recursos próprios. A próxima etapa do POP Infra, com a inclusão de novas ruas, acontecerá no primeiro semestre de 2024. Além da execução de pavimentações, um dos eixos do POP Infra contemplará serviços de drenagem e limpeza urbana, cujas ações serão organizadas a partir de outubro.

⚠️ O QUE É O POP INFRA?

O POP Infra (Programa de Obras Populares de Infraestrutura) foi lançado pela Prefeitura de São Sepé em junho de 2023 para organizar investimentos de obras no município. O objetivo principal do POP Infra é superar os gargalos de infraestrutura nos bairros, atendendo as demandas de planejamento de médio e longo prazos, fortalecimento do senso de pertencimento das comunidades dos bairros, adequação dos investimentos às perspectivas de longo prazo, possibilidade de parcerias entre o setor público e o investidor privado e melhor aplicação de recursos extraorçamentários, advindos de emendas parlamentares e programas dos Governos Estadual e Federal. A definição das obras é feita pelas comunidades, em audiências públicas.

Os projetos de infraestrutura priorizados são reunidos em eixos estratégicos com destaque especial para Infraestrutura Social e Urbana, com a finalidade de executar ações integradas de pavimentação, drenagem, distribuição de água, implantação de obras de esgotamento sanitário, gestão de resíduos sólidos e limpeza urbana e inclusão social. A expectativa é que sejam captados para investimentos, em 24 meses, mais de R$ 12 milhões.

Saiba quais as obras contempladas na Primeira Etapa do POP Infra:

– Av. 15 de Novembro, da Ponte do Lajeado até a Av. Deoclécio Pereira: 180 m
– Av. Deoclécio Pereira, do início da Avenida (curva do corredor das Tropas) até a Rua Osvaldo Aranha: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Osvaldo Aranha até a Rua Percival Brenner: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Percival Brenner até a Rua Plácido Gonçalves: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Plácido Gonçalves até Rua Visconde do Rio Branco: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Visconde do Rio Branco até Rua Clemenciano Barnasque: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Clemenciano Barnasque até Rua Lauro Bulcão: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Lauro Bulcão até a Rua Riachuelo: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Riachuelo até a Rua Leonardo Kurtz: 100 m
– Av. Deoclécio Pereira, da Rua Leonardo Kurtz até encontrar o calçamento na Rua Nelson da Silva Brum: 90 m
– Av. Deoclécio Pereira, do final da Rua José Calil até a Rua Paulo Rosa: 130 m
– Av. Daia Gazen, da Rua Paulo Rosa até a Av. Júlio Vargas: 150 m
– Av. Daia Gazen, da Av. Júlio Vargas até trevo da BR-392: 300 m
– Av. José Calil, da Av. Deoclécio Pereira até Rua Garibaldi Walter: 100 m
– Av. José Calil, da Rua Garibaldi Walter até Rua Eponina Rossi Brum: 150 m
– Rua Percival Brenner, da Ponte do Lajeado, passando rua Augusto Simões Pires até Rua José Luis Ferreira: 135 m
– Rua Percival Brenner, da Rua José Luis Ferreira até a Rua Darci Kurtz: 75 m
– Rua Percival Brenner, da Rua Darci Kurtz até a Rua Sabino José Ineu: 75 m
– Rua Percival Brenner, da Rua Sabino José Ineu até a Av. Deoclécio Pereira: 65 m
– Rua Paulo Rosa, da Rua Deoclécio Pereira a Rua Tibúrcio José Fraga: 90 m
– Rua Paulo Rosa, da Rua Tibúrcio José Fraga até a Rua Augusto Cesar da Mota: 65 m
– Rua Paulo Rosa, da Rua Augusto Cesar da Mota até a Rua Gentil Scherer: 65 m
– Rua Paulo Rosa, da Rua Gentil Scherer até a Rua Luiz Michelin: 90 m
– Rua Paulo Rosa, da Rua Luiz Michelin até Maria Silva Simões: 90 m
– Av. Daia Gazen, da BR-392 até a Rua Ataídes Pontes: 400 m
– Av. Daia Gazen, da Rua Ataídes Pontes até a Rua Teófilo Pitelcow: 90 m
– Av. Daia Gazen, da Rua Teófilo Pitelcow até a Rua Cel. Emiliano Brum Pereira: 90 m
– Av. Daia Gazen, da Rua Cel. Emiliano Brum Pereira até Rua Sem Nome (coordenadas -30.167019, -53.590524): 90 m
– Av. Daia Gazen, da Rua Sem Nome (coordenadas -30.167019, -53.590524) até EMEF Rio Branco: 130 m
– Rua Teófilo Pitelcow, da Av. Daia Gazen até a Rua Vereador João Picada: 110 m
– Rua Teófilo Pitelcow, da Rua Vereador João Picada até Rua João Manuel Nunes: 110 m
– Rua Teófilo Pitelcow, da Rua Estácio Alves de Freitas até Ponte do Lajeado: 170 m
– Rua Teófilo Pitelcow, Ponte do Lajeado na Rua Teófilo Pitelcow: 20 m
– Rua Teófilo Pitelcow, da Ponte do Lajeado até a Rua Agápito da Rosa Fraga: 190 m
– Rua Cel. Emiliano Brum Pereira, da Rua Clarindo José Monteiro até a Rua Agápito da Rosa Fraga: 150 m
– Acesso ao Clube de Mães do Bairro Pontes, a partir da Rua Cel. Emiliano Brum Pereira até o Clube de Mães: 65 m
– Rua Agápito da Rosa Fraga, da Rua Teófilo Pitelcow até a Rua Cel. Emiliano Brum Pereira: 100 m
– Rua Pedro Carvalho Pedroso, da Rua Floriano Peixoto até a Rua Anita Pires: 90 m
– Rua Pedro Carvalho Pedroso, da Rua Anita Pires até a Rua Sem Nome (entrada do Loteamento coordenadas -30.15619099193986, -53.56393247395673): 70 m
– Rua Independência, da Rua Trajano Pires da Mota até a Rua Renato Pires de Almeida: 100 m
– Rua Independência, da Rua Renato Pires de Almeida até a Rua Ari Almeida: 130 m
– Rua Independência, da Rua Ari Almeida até o final da rua: 100 m
– Rua Trajano Pires da Motta, da Rua Independência até a Rua João Tomás Soares Leal: 90 m
– Rua Trajano Pires da Motta, da Rua João Tomás Soares Leal até a Rua Frutuoso Pedroso: 90 m
– Rua Trajano Pires da Motta, da Rua Frutuoso Pedroso até a Av. Eugênio Simões Pires: 100 m
– Rua Osvaldo Aranha, da Rua Almerindo Borba até a Av. Presidente Kubitschek: 90 m
– Rua Osvaldo Aranha , da Av. Presidente Kubitschek até a Rua Tuiuti: 90 m
– Rua Percival Brenner, da Rua Almerindo Borba até a Rua Tio Lautério: 90 m
– Rua Percival Brenner, da Rua Tio Lautério até a Ponte do Lajedo: 25 m
– Rua Rubem Motta, da Rua Capitão Elautério até a Rua Teobaldino Tatsch: 170 m
– Rua Itamar Becker, da Rua Teobaldino Tatsch em direção a Rua Capitão Elautério até encontrar o calçamento existente: 110 m
– Rua Rodolfo Gressler, da Rua Teobaldino Tatsch até a Rua Capitão Elautério: 100 m
– Lauro Bulcão, da Av. Deoclécio Pereira até o fim da Quadra 1 do Bairro Noé Miranda: 90 m
– Lauro Bulcão, do fim da Quadra 1 a Quadra 2 do Bairro Noé Miranda: 90 m
– Lauro Bulcão, da Quadra 2 a Quadra 3 do Bairro Noé Miranda: 90 m
– Lauro Bulcão, da Quadra 3 a Quadra 4 do Bairro Noé Miranda: 90 m

📸: Camila Fogliarini.

Informações: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal.