Presidente do Legislativo entrega ao prefeito projeto de investimento em obras de infraestrutura

0
271

Presidente da Câmara, Matheus Leão, entrega ao prefeito JL projeto de investimento de R$ 12 milhões em obras de infraestrutura.

O vereador Matheus Leão (PDT) entregou na manhã desta quarta-feira, 9, ao prefeito João Luiz um planejamento que possibilita o investimento de até 12 milhões de reais em obras de infraestrutura no município.

O cronograma, feito em conjunto com a mesa diretora através dos vereadores Rodrigo Ferreira (PSB) e Zilca Camargo (PDT), apresentado ao prefeito mostra que o prazo de aplicação é de três anos, o mesmo prazo do período de carência que a prefeitura pagaria em juros, caso houvesse contraído o financiamento de R$ 15 milhões.

No projeto do empréstimo junto ao BRDE, o total que seria desembolsado com o pagamento de juros nesse período de 36 meses seria de R$ 7 milhões de reais. O diretor de Governo, Gabriel Leão, afirmou em reunião com os vereadores na Câmara que a prefeitura disponibilizaria deste montante para pagar os juros do financiamento.

Agora com o planejamento entregue ao prefeito, este valor de R$ 7 milhões que seria pago em juros, poderá ser destinado para a execução do projeto de pavimentação, além de outras fontes como R$ 1.860.300,00 que podem ser destinadas pelos vereadores através de emendas impositivas, R$ 1.405.574,10 disponível para os partidos políticos que possuem bancadas na Câmara e por último R$ 1.500.000,00 dos recursos destinados ao Poder Legislativo que são devolvidos ao final de todo para a prefeitura. Somando esses valores, o projeto apresentado pelo presidente da Câmara ao prefeito possibilita a execução das obras nas ruas da cidade a custo de juro zero, sem a contratação de financiamento.

No entanto, um entrave para a aplicação desse planejamento ainda está sendo a demora na entrega dos projetos de engenharia contendo o custo de cada trecho para que sejam eleitas as prioridades.

O contrato com a empresa foi assinado em 11 de julho deste ano, com o custo de R$ 196 mil reais. Porém, segundo resposta do Executivo ao pedido de informação encaminhado pela Câmara, a conclusão dos projetos não tem previsão para ocorrer, o que, praticamente inviabiliza a organização da Lei de Diretrizes Orçamentárias para a execução já no início do próximo. O prefeito João Luiz prometeu analisar o planejamento recebido em gabinete.

Informacões : Câmara de Vereadores de São Sepé- Por Mateus FriedricBarreto/Jornalista