PRF prende motorista de caminhão por crime de poluição ambiental em São Sepé

0
1390

_Havia um dispositivo instalado de modo oculto no painel do veículo com a finalidade burlar do sistema de controle de emissões de gases poluentes_

Na manhã desta quarta-feira (6), a Polícia Rodoviária Federal prendeu um motorista profissional e apreendeu o caminhão-trator que ele dirigia por crime de poluição ambiental. O fato ocorreu na BR 392, em São Sepé.

Durante atividade de fiscalização de trânsito, policiais rodoviários federais deram ordem de parada ao motorista de um bitrem, tracionado pelo caminhão-trator Scania/R 440, com placas de Rio Grande. O motorista, um homem de 40 anos, natural de Gravataí, sem antecedentes policiais, informou ser contratado pelo proprietário do veículo e que transportava carga de soja de Itaquiraí/MS para Rio Grande.

Realizada fiscalização do ARLA 32, os PRFs descobriram que havia um dispositivo – chamado emulador – instalado de forma oculta no painel, cuja finalidade é burlar o correto funcionamento do sistema de controle emissão de poluentes. Tal equipamento repassa à central eletrônica do veículo a falsa informação de que o sistema de controle de emissões está funcionando corretamente e, assim, evita a perda de potência do motor e faz com que emita ainda mais gases poluentes.

O ARLA 32 é um produto de uso obrigatório, que reduz a emissão de gases poluentes liberados por motores diesel fabricados a partir de 2012. Sua função é diminuir a emissão de NOx (óxidos de nitrogênio), gás prejudicial à saúde humana e responsável pelo efeito estufa.

A utilização do emulador configura infração de trânsito de natureza grave, além de crime de poluição ambiental, cuja pena é de reclusão, de um a quatro anos, e multa.

O motorista foi preso e encaminhado à polícia judiciária. O caminhão-trator foi apreendido e passará por perícia.

Informações e Imagens: PRF.