São Jorge/Ogum. Maurício Rosa de Souza

0
487

23 de Abril. Dia de São Jorge. Ele não mata o Dragão para ti, mas com fé, te ensina a lutar.

Ogun ye.

Aquele que luta pelo pão, saúde e família. Mata um dragão por dia. Jorge guerreiro está na casa do branco e do preto. Ele não diferencia. 

Ogum! 

Leva daqui o que não é pra ficar. 

Ogum é força, um dos Orixás mais conhecidos no mundo. Tem tanto pedido na lista que trabalha sem dar muito tempo para o cavalo tomar água, mas ele é Ogum. É guerreiro. Sabe o que faz e atende a todos.

As batalhas da vida são perenes. Comida na mesa, segurança, cuidar dos filhos, pagar as contas e acordar com saúde porque o dragão, 

Ah! Esse não saiu da porta. Só que, também, São Jorge não saiu do teu lado.

A simbologia da imagem mais famosa pode ser essa. Os empecilhos, imprevistos. 

Salve Jorge. 

Tem fé? Defuma. Prepara o banho cantado na reza. Risca o ponto e vibra no atabaque as energias da limpeza e da força pra enfrentar esse mundo caos.

Ogum inspira. Ogum guia. Ogum protege. Ogum ama. Ogum não escolhe. Aceita a vela, o pedido e atende. Ogum não se importa com o lugar. Congá simples, luxuoso, terreiro bonito, milhares de correntes. 

Ogum é vida. Ele inspira, luta por cada um que nele deposita sua fé.

Jorge vem. Ele sempre vem.

Pega a tua espada e luta as tuas batalhas. Tem dragão pra todo lado, mas quem tem Jorge está guardado.

Acende a tua vela, risca teu ponto e bate cabeça, guerreiro.

Ao levantar, agradeça por tê-lo como conselheiro.

Salve Ogum, Salve Jorge. Salve o Axé.

Mas antes de qualquer salve, respeite, do seu irmão, a fé.

Ogum ye!