Tribunal do Júri de São Sepé condenou réus do caso Jeferson Evangelho Martins

0
1555

O Tribunal do Júri de São Sepé esteve reunido desde às 8 horas na quarta-feira, dia 26 pra julgar o homicídio de Jeferson Evangelho Martins e tentativa de homicídio contra Junio Martins.

O julgamento estendeu-se até a madrugada da quinta-feira,27, quando por volta das 4h da madrugada foi proferida a sentença.

Pelo homicídio consumado de Jeferson Martins, levando em conta todas as qualificadoras e ações comportamentais do réu e pelo homicídio tentado de Júnio Martins, a pena total do réu Humberto Costa Escaio foi de: 25 anos, 10 meses e 10 dias, mais 01 ano de detenção. A pena deverá cumprida em regime fechado.

Pelo homicídio consumado de Jeferson Martins e levando em conta todas as qualificadoras e ações comportamentais do réu e pelo homicídio tentado de Júnio Martins, a pena total do réu Mathieus Carvalho de Melo foi de: 23 anos, 01 mês e 20 dias, mais um ano de detenção, com prisão imediata decretada .

O crime ocorreu no dia 10 de setembro de 2020 por volta das 19h, na Fazenda São João, localizada na Cerca de Pedra, interior de Vila Nova do Sul. Jeferson foi morto com arma de fogo e seu pai, Junio Martins ficou gravemente ferido, tendo inclusive que amputar parte de uma das pernas.

Atuaram na acusação pelo Ministério Público o Dr. Fernando Mello Müller e Joel  Dutra. Assistente de Acusação, Dr. Daniel Figueira Tonetto.

Os advogados, Ariel Garcia Leite, Ariel Santos Cardoso e Guilherme Michelotto atuaram na defesa do réu Humberto Escaio, Os Advogados, Dr. Rogério Motta e Dr. Paulo Giovane Trevisan, atuaram na defesa do réu Mathieus .

A Sessão foi presidida pela Drª Lidiane Machado, juíza do Fórum de São Sepé.

As Defesas dos dois réus anunciaram que vao recorrer ao Tribunal de Justiça do Estado. O advogado de Defesa de Humberto Escaio, Ariel Leite, encaminhou o pedido em plenário para a magistrada.