Tribunal do Júri de São Sepé vai julgar homicídio de Jeferson Evangelho Martins

0
2162

Na próxima quarta-feira, 24 de maio, o Tribunal do Júri de São Sepé se reúne a partir das 8h pra julgar o homicídio de Jeferson Evangelho Martins e tentativa de homicídio contra Junio Martins. Conforme denúncia do Ministério Público, o acusado é Humberto de Alencar Costa Escaio e teria tido a participação de Mathieus Carvalho de Melo, que na noite do fato, dirigia o veículo que foi até o local.

Humbeto Escaio também será julgado por delitos de porte de arma.

O crime ocorreu no dia 10 de setembro de 2020 por volta das 19h, na Fazenda São João, localizada na Cerca de Pedra, interior de Vila Nova do Sul. Jeferson foi morto com arma de fogo e seu pai, Junio Martins ficou gravemente ferido, tendo inclusive ter que amputar parte de uma das pernas.

A Sessão do Tribunal do Júri, que terá transmissão pela JGTV, será na Câmara de Vereadores de São Sepé e será presidida pela Dra. Lidiane Machado de Oliveira.
Na acusação pelo Ministério Público o Dr. Fernando Mello Müller. Assistente de Acusação, um dos mais renomados criminalistas do Estado, o sepeense, Dr. Daniel Figueira Tonetto.

Defensores do réu Humberto Escaio, Drs. Tiago Schneider Weissheimer e Jean de Menezes Severo, com diversas atuações de júris pelo Rio Grande do Sul.
Já o Dr. RogérioMotta e Dr,  Paulo Giovane Trevisan, com larga experiência em Tribunal do Júri, vão atuar na defesa do réu Mathieus.  Doze testemunhas foram arroladas para prestarem depoimento na Sessão do Tribunal do Júri da próxima quarta-feira.

Os réus foram pronunciados como incursos na(s) sanção(ões) dos arts.: 121, § 2º, II e IV, do Código Penal; 121, § 2º, II e IV, c/c art. 14, II, ambos do Código Penal; e art. 12 da Lei 10.826/03.

RELEMBRE O FATO OCORRIDO EM 2020:

Uma tragédia familiar no
interior de Vila Nova do Sul, deixou um morto, identificado como Jéferson Evangelho Martins, e outro ferido. O suspeito do crime seria um homem ligado a família das vítimas.
Ele é acusado de matar o ex-cunhado, que residia em São Sepé e ferir o ex-sogro, por volta das 18h30min, de quinta-feira, 10.
O suspeito chegou em uma caminhonete na propriedade rural da família e efetuou vários disparos de arma de fogo.
A ex-companheira, os dois filhos e o sobrinho fugiram para o mato e conseguiram pedir ajuda por telefone. O homem teria perseguido os quatro, mas todos conseguiram escapar. Já na casa ficaram a ex-sogra, que por conseguir se esconder saiu ilesa, o ex-sogro que ficou ferido e o ex-cunhado, vítima fatal.
O homem suspeito do crime estava em litígio conjugal e estaria fazendo ameaças à família.
Sete pessoas estavam na propriedade rural no momento do fato. A Brigada Militar e Polícia Civil foram acionadas para atendimento da ocorrência.
Jéferson Evangelho Martins, era morador de São Sepé. O pai da vítima, Junio Martins que tem uma propriedade rural conhecida como “Cerca de Pedras”, foi ferido e levado para atendimento no hospital em Santa Maria onde foi submetido a uma cirurgia. Não se tem informações do estado de saúde.
A caminhonete usada na ação pelo suspeito foi localizada e recolhida pela polícia.
Jéferson deixa a esposa Marlow Halberstadt e filho.

Foto da vítima, Jeferson Evangelho Martins.

Vítima Jeferson Evangelho Martins, morto em 10 de setembro de 2020

Promotor Joel Dutra e Juíza Dra Lidiane Machado de Oliveira

Promotor Joel Dutra. Juíza Lidiane Machado de Oliveira.