Vender fora tudo! Sérgio da Silva Almeida. Crônica  

0
160

Certa vez, li algo que fez sentido. O texto dizia que, sem perceber, vivemos torcendo para que a vida acabe. Certo não está, mas também não está errado.

Pense por um instante: vivemos à espera do dia acabar para sair do trabalho, da semana terminar e poder gritar “sextou!”, de findar o mês para receber o salário e do ano acabar para poder ativar o modo férias. Enfim, vivemos esperando por algo que irá nos trazer alívio e, sem perceber, estamos a todo momento nos despedindo do agora, que é tudo o que temos.

Quem, volta e meia, não procura enxergar significado na vida que leva? Eu mesmo, ainda que goste do meu trabalho, devo completar vários dedos das mãos se for listar todas as vezes que pensei em largar tudo e sair mundo afora.

Pois minha sobrinha Aline Pereira, após seguir a fórmula pronta: “Tire boas notas na escola, faça uma faculdade, arrume um emprego, case, tenha filhos e se aposente”, resolveu jogar tudo para o alto e pegou a estrada, no sábado, com seu namorado Diego Carvalho.

Aline me contou: “Eu e o Diego sempre tivemos esse assunto em pauta. E um dia, adquirimos uma Kombi, a reformamos e a adaptamos para viagens”. E explicou: “No início queríamos apenas fazer algumas viagens, porém, fomos tomando gosto pela coisa, até que, exaustos da rotina, decidimos viajar pelo mundo. Eu pedi demissão de meus três empregos e o Diego fechou a loja, vendemos a casa e nos desfizemos do apartamento”.

Aline e Diego (foto) partiram no sábado, dia 23, rumo ao primeiro destino: Ushuaia, na Argentina, conhecida como a cidade do fim do mundo. E nós estamos acompanhando essa aventura no grupo de WhatsApp da família e no perfil do Instagram Kombozaa2.

Ano passado, eu e a Marta fomos assistir ao stand-up comedy do humorista Eduardo Gustavo Christ, mais conhecido por seu personagem “Badin, o Colono”, em Farroupilha.

E enquanto a plateia caía na risada ao ouvir ele dizer: “Por Deus que dá vontade de vender fora tudo!”, eu me perguntava o quanto de verdade existe nessa frase.