Vereadores aprovam contratos temporários, mas defendem nomeação de concursados

0
73

Em sessão extraordinária de forma virtual na manhã desta segunda-feira, 27, os vereadores deliberaram sobre os projetos de lei 06 e 07/2023 que autoriza a contratação temporária de servidores para cargos na área da saúde e educação.

No entanto, os vereadores citaram a necessidade do chamamento dos concursados que estão aguardando nomeação. Os contratos são pelo prazo de seis meses, podendo prorrogar pelo mesmo tempo.

De acordo com o líder do governo, Tavinho Gazen (PDT), havendo espera na lista de nomeação do último concurso, a contratação seguirá a ordem, mas caso não haja será feito processo seletivo. “Segundo foi nos dito, o servidor só pode ser efetivado caso haja vacância do cargo, o que no momento não acontece”, afirmou Gazen.

Já o vereador Gilvane Moreira (PP) alegou que os projetos são benéficos para a comunidade, pois atendem áreas importantes, por isso eles acabam votando a favor das contratações temporárias. “Somos procurados pelas pessoas que aguardam serem chamadas pelo concurso, entendemos a situação delas, por isso cobramos que a prefeitura dê atenção especial a essa demanda”, justificou Moreira.

Foram aprovadas as contratações de um médico obstetra, um dentista, dois atendentes de farmácia para a secretaria de Saúde. Já para a Educação, foram aprovados dois professores de educação infantil, três professores de anos iniciais do ensino fundamental, três monitores de apoio a criança, um educador especial, um secretário de escola e um nutricionista.

Fonte: Câmara de Vereadores de São Sepé- Por Mateus Friedrich Barreto/Jornalista.