Vereadores Mirins chegam à reta final do mandato em 2023

0
170

Os onze vereadores mirins tiveram na manhã desta sexta-feira, 24, a penúltima sessão ordinária neste primeiro ano do projeto idealizado pelo presidente Matheus Leão (PDT) em parceria com a mesa diretora da Câmara. Em plenário, os estudantes cobraram que os pedidos feitos até agora sejam atendidos com mais agilidade pela prefeitura. A presidente mirim, Cassandra Neves destacou a demora no atendimento dos pleitos, mas lembrou também que o poder legislativo é limitado no que tange a resolução dos problemas na comunidade. “Agora nós estamos vendo como é ser vereador, porque as pessoas falam que vereador não faz nada, mas os pedidos são feitos e esbarra na prefeitura, nossa parte estamos fazendo”, destacou a jovem estudante do nono ano da escola rural Eno Brum que foi acompanhada em sua fala pelo vereador Thiago Bitencourt, da escola Valmarath. “Eu também peço que sejamos atendidos pelo prefeito em nossos pedidos”, frisou o estudante.

Os pedidos na sessão de hoje foram em sua maioria reformas nas estruturas das escolas municipais como quadras, banheiros, salas de aulas e também a construção de ciclovias, realização de eventos na área rural, construção da rua coberta em frente ao Centro Cultural, instalação de brinquedos na pracinha das escolas, câmeras de monitoramento e criação de um programa de atividades culturas e musicais na localidade de Vila Block. Os pedidos foram protocolados e encaminhados para o prefeito João Luiz Vargas.

FONTE- Câmara de Vereadores de São Sepé- Por Mateus Friedrich Barreto/Jornalista